quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Ronnie Von - A praça (1967)


Nome completoRonaldo Lindenberg Von Schilgen Cintra Nogueira
Também conhecido(a) como"O pequeno príncipe"
Nascimento16 de julho de 1944 (70 anos)
OrigemNiteróiRJ
País Brasil

terça-feira, 23 de setembro de 2014

HELENA DE LIMA


Helena de Lima  (Foto: Nathalia Fernandes)
Mora na casa de número 9 da Rua Nair Belo, no Retiro dos Artistas



Biografia: 
Fonte - Letras.com.br
Helena de Lima (17/05/1926). Cantora, foi descoberta em no programa de calouros de César Ladeira na Rádio Nacional.

Em 1948 começou a trabalhar como crooner em uma boate carioca, atividade que exerceu por mais de 20 anos em casas noturnas no Rio e em São Paulo.

Cantou ao lado de Dolores Duran na boate Bacará e gravou, no fim dos anos 50, o LP "Vale a Pena Ouvir Helena".

Lançou também discos ao vivo de seus shows na boate, como "Uma Noite no Cangaceiro", um de seus maiores sucessos, com "Oitavo botequim" (Luiz Antonio) e "Verdade da Vida" (Raul Mascarenhas/ Concença Lacerda).

Até hoje continua se apresentando e gravando, embora com menor freqüência. Seu maior sucesso foi a marcha-rancho "Estão Voltando as Flores", de Paulinho Soledade, em 1962.

A voz grave e a beleza de Helena de Lima encantaram a noite carioca e paulista dos anos dourados.

Aos 80 anos, esta grande cantora ainda nos brinda com a beleza de sua voz nos bares da vida, sempre cantando o amor com seu jeito dramático e contundente de interpretar. E alguns de seus maiores clássicos finalmente ganharam uma coletânea – enfocando sua fase áurea, de quando pertenceu ao cast da RGE, entre 1961 e 67.

Neste CD estão reunidos sambas-canções, sambas clássicos e marchas-rancho de um bom gosto extremo. Tudo é perfeito para se ouvir sozinho, acompanhado no máximo de uma boa bebida, para recordar amigos e amores do passado.

Seus grandes clássicos que ficaram para a posteridade
– Estão Voltando as Flores, Oitavo Botequim e Verdade da Vida – se revezam com sucessos de ocasião, que os mais fãs vão se lembrar com certeza, como Ainda Bem e Pergunte a Você.

De quebra, temos um belo dueto com Miltinho homenageando Pedro das Flores, figura histórica da noite carioca.

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Lupicínio Rodrigues estaria fazendo 100 Anos

  1. Edith Veiga cantando Lupicínio
    Lupicínio Rodrigues - compôs marchinhas de carnaval e sambas-canção, suas músicas  expressam muito
    sentimento e melancolia. Elas embalaram muitas histórias de amor e suas desilusões.

  1. Nasceu em 19 de setembro de 1914
  2. Faleceu em 27 de agosto de 1974
  3. Músicas -Nervos de aço- Vingança - Esses Moços - Se acaso você chegasse - Cadeira Vazia

Estes CDs, com as músicas de Lupicínio Rodrigues, você encontra na loja virtual http://www.winemusic.com.br/
  1.  https://insixsteast.blob.core.windows.net/arq-129/EDITH_VEIGA_-_CANTA_LUPIC%C3%8DNIO_RODRIGUES_268740_V.jpg

segunda-feira, 7 de julho de 2014

domingo, 20 de abril de 2014

Play for Change - Clandestino

"Playing for Change" é um projeto multimídia criado com o objetivo de unir músicos do mundo inteiro em prol de mudanças globais1 . Integra o projeto a Playing for Change Foundation, uma organização não-governamental que tem construído escolas de música em comunidades carentes2 . O projeto produz discos e vídeos com músicos como Grandpa Elliot e Keb'Mo junto a artistas desconhecidos de várias partes do mundo, tocando versões de canções conhecidas e composições próprias. Já foram lançados dois discos: Playing for Change e PFC 2, além de registros ao vivo. Em 2013, o grupo estará trabalhando em um terceiro álbum3 .(Wikipédia)

The Piano Guys


The Piano Guys (Os Rapazes do Piano) é um grupo musical americano composto por Jon Schmidt e Steven Sharp Nelson. Eles ficaram famosos através do YouTube, onde vêm postando vídeos de arranjos e misturas de músicas populares e clássicas, acompanhados de clipes de visual profissional. Seu primeiro álbum foi lançado em dezembro de 2011. (Wikipédia)

Paulinho Nogueira - Biografia


Menina- Uma linda música e seu grande sucesso

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Johann Sebastian Bach: Oboe Concerto in D minor, 2nd movement - Flávio venturini - Céu de Santo Amaro

 Johann Sebastian Bach  -                                                          Céu de Santo Amaro de Flávio Venturini                                                                                          

Johann Sebastian Bach - nasceu em 21 de março de 1685 em Eisenach; morreu em julho de 1750, em Leipzig
Bach compôs a maioria de sua obras por encomenda e para fins didáticos e recebia pagamentos por seus serviços. Bach compôs mais de mil obras em quase todos os gêneros - inclusive obras para instrumentos desacompanhados, como órgão, violino, violoncelo e cravo- vários concertos e grandes missas e oratórios para solistas, coros e orquestra, elevando a Música a culminância de perfeição técnica.

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Canções inesquecíveis

Et maintenant
Et maintenant que vais-je faire
De tout ce temps que sera ma vie
De tous ces gens qui m'indiffèrent
Maintenant que tu es partie
Toutes ces nuits, pour quoi pour qui
Et ce matin qui revient pour rien
Ce cœur qui bat, pour qui, pour quoi
Qui bat trop fort, trop fort

Et maintenant que vais-je faire
Vers quel néant glissera ma vie
Tu m'as laissé la terre entière
Mais la terre sans toi c'est petit
Vous, mes amis, soyez gentils                                  
Vous savez bien que l'on n'y peut rien      
Même Paris crève d'ennui
Toutes ses rues me tuent

Et maintenant que vais-je faire
Je vais en rire pour ne plus pleurer
Je vais brûler des nuits entières
Au matin je te haïrai
Et puis un soir dans mon miroir
Je verrai bien la fin du chemin
Pas une fleur et pas de pleurs
Au moment de l'adieu
Je n'ai vraiment plus rien à faire
Je n'ai vraiment plustien
                                                         


Barrière


Ma vie
J'en ai vu des amants
Ma vie
L'amour ça fout le camp
Je sais
On dit que ça revient
Ma vie
Mais c'est long le chemin.
Ma vie
J'en ai lu des toujours
Ma vie
J'en ai vu de beaux jours
Je sais
Et j'y reviens toujours                                                    
Je sais
Je crois trop en l'amour.


Champagne
Peppino de Capri
Champagne per brindare un incontro
Con te che già eri di un altro
Ricordi c'era stato un invito:
"stasera si va tutti a casa mia"
Cosi cominciava la festa
E già ti girava la testa
Per me non contavano gli altri
Seguivo con lo sguardo solo te
Se vuoi ti acompagno, se vuoi
La scusa più banale
Per rimanere soli, io e te
E poi gettare via e perché
Amarti como sei
La prima volta, l'ultima
Champagne per un dolce segreto
Per noi un amore proibito
Ormai resta solo un bicchiere
E dun ricordo da gettare via
Lo so, mi guardate lo so
Mi sembra una pazzia
Brindare solo senza compagnia
Ma io, io devo festeggiare
La fine di un amore
Cameriere, champagne!



domingo, 19 de janeiro de 2014

sábado, 18 de janeiro de 2014

Ritchie - Menina veneno (Recordações Anos 80)

Richard David Court nasceu no dia 6 de março de 1952, em Beckenham, condado de Kent, sul da Inglaterra

Com 20 anos, abandonou os estudos (Literatura Inglesa ) para tocar flauta na banda londrina Everyone Involved com quem gravou o LP-protesto Either/Or, junto com outras bandas que contestavam a construção de um viaduto sobre Picadilly Circus, em West End.. O LP foi distribuído gratuitamente. Durante as gravações desse disco, Ritchie foi apresentado a um grupo de brasileiros pelo guitarrista Mike Klein. Entre eles estavam Lucinha Turnbull, Rita Lee e Liminha . Desta amizade veio o convite para visitar o Brasil.
No final de 1972, Ritchie desembarcou em São Paulo, onde formou a banda Scaladácida com o baterista Azael Rodrigues, o guitarrista Fabio Gasparini e o baixista Sérgio Kaffa. Esta banda terminou em 1973. Daí Richie mudou-se para o Rio de Janeiro.Na capital fluminense, deu aulas de inglês para músicos como Paulo Moura, Egberto Gismonti e a cantora Gal Costa, e integrou o grupo de jazz-rock Soma (Bruce Henry, baixo; Alírio Lima, percussão; Tomás Improta, piano) como backing vocal e flautista. Em 1980, Ritchie regressou a Londres para participar de seu álbum solo, Let the Thunder Cry , como vocalista e arranjador.
De volta ao Brasil, em 1982, gavou "Menina Veneno",composição dele e Bernardo Vilhena, com ajuda de Liminha, na época produtor da Warner. As vendas do compacto simples (CBS), lançado em fevereiro de 1983 com "Menina Veneno" e "Baby, meu bem", ultrapassaram as 500 mil cópias, um marco na história do mercado fonográfico brasileiro.Porém, o sucessosó veio memo com o LP Voo do Coração (Epic/CBS), em junho de 1983. Um milhão e duzentas mil cópias do álbum ("Menina Veneno", "A vida tem dessas coisas", "Casanova", "Pelo interfone" e a faixa-título) que evaporaram das lojas.